Aqui é com Desconto

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

http://www.postsweb.com.br/publicacao.asp?cp=1483343

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

telefone de contato 88432530

o telefone de contato da AMOFLORIPA mudou, agora é (48) 88432530-Pedro

http://www.superposts.com.br/pub.asp?cp=1462559

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

EM NOME DA PAZ


Neste sábado dia 08 de Outubro, será realizada uma homenagem a vida do motociclista morto após colisão frontal com veículo que estava praticando racha na rodovia SC406, A AMOFLORIPA através de seus associados irá realizar o fechamento da rodovia no começo da tarde  próximo a entrada do moçambique. Este será o primeito ato de manifestação desta Associação na busca pela PAZ  e respeito no transito entre motoristas e motociclistas.

Agradecemos o apoio e consideração,

AMOFLORIPA
Associação de Motociclistas de Floripa e Região

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

CAFÉ DA MANHA


BOM DIA GALERA! A GERAÇÃO MOTOS YAMAHA ( SÓ DE CAMPINAS - SÃO JOSÉ) CONVIDA A TODOS OS PROFISSIONAIS DA AREA (MOTO BOYS, MOTO TAXIS,TELE ENTREGA,TELE SERVIÇOS EM GERAL (MOTOS DE QUALQUER MARCA E MODELO)PARA UM CAFÉ DA MANHÃ,COM CHECK-LIST E LAVAÇÃO GRATIS (EXAMINADOS 7 ITENS NA MOTO),TEST DRIVE,ÒLEO YAMALUBE OFICIAL DA YAMAHA(ESPECIAL PARA 2000 KM)POR APENAS $12,00 E A GASOLINA ESTÁ SENDO NEGOCIADA UMA PARCERIA COM UM POSTO DE GASOLINA PARA FICAR ABAIXO DE $2,00 , (QUANTIDADE MÁXIMA DE 10 LITROS POR MOTO), DE TERÇA A SEXTA FEIRA NOS DIAS 17 A 20 DE AGOSTO.
DESDE JÁ AGRADECEMOS A PARTICIPAÇÃO DE TODOS-
GERAÇÃO MOTOS DE CAMPINAS- AV PRES. KENNEDY N 222
PROX A GERAÇÃO HIUNDAY FONES:30344499 E 32417273  - Jairo

quarta-feira, 12 de maio de 2010

quarta-feira, 28 de abril de 2010

CONVITE

Através de convite  do apresentador Felipe Filipini,  programa ME PULE da TVBV, nós da AMOFLORIPA iremos participar da gravação do especial entre associação de motociciclistas e taxistas. 


Todos estão convidados a torcer e participar deste GAME SHOW que foi criado para contribuir com o aprendizado, educando de maneira divertida. 


O programa será gravado do dia 11 de Maio às 13:30h nos estúdios da TVBV no bairro Pantanal.

“Me Pule” será um jogo de perguntas; com dois blocos de conhecimentos gerais e um bloco direcionado as leis de trânsito, o “Consciência sobre Rodas”.

As perguntas de conhecimento gerais serão elaboradas por professores renomados, e as de trânsito pela Psicóloga  do trânsito Sueli Cisne Coutinho, Credenciada ao Detran/SC, na Ciretran de Florianópolis desde 2003.

Toda terça participam as escolas, sendo elas municipais, estaduais ou particulares de todo território catarinense.

Já nas quintas o programa tem como protagonistas membros da comunidade em geral: associações de moradores, idosos, motoristas, guardas municipais, bombeiros, polícia militar, e empresas diversas que manifestarem interesse.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

LIBERAÇÃO DA LINHA DE CRÉDITO



O Presidente da FENAMOTO Robson Alves esteve, nesta terça feira dia 25/08/2009 em audiência com Ministro do Trabalho e Emprego Carlos Lupi, onde foi reafirmado o compromisso de liberação da linha de crédito especial para motociclistas profissionais no valor de 100 milhões de reais.

Neste encontro o Ministro entregou o documento que comprova a liberação e os cronogramas de depósitos da verba para Caixa Econômica Federal com inicio dos financiamentos a partir de 31 de agosto de 2009. Esta linha de crédito permite a aquisição de motocicleta ou monotena, de itens de segurança (colete, capacete, baú reflexivo) exigidos na Resolução 219/2007 do CONTRAN e de Seguro para motocicleta.

O limite do financiamento será de até R$ 8.500,00 (oito mil e quinhentos reais), sendo possível financiar até 100% desse valor, com prazo de 24, 36 e 48 meses com juros a partir de 6% ao ano, incluindo seis meses de carência, poderão ser beneficiados trabalhadores autônomos e empregados.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Profissão de motoboy é regulamentada


Lula sanciona lei que regulamenta profissão de motoboy e mototaxista.


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sanciona nesta quarta-feira (29) o projeto de lei que regulamenta as profissões de motoboy e mototaxista em todo país. Segundo o ministro das Cidades, Márcio Fortes, o governo vai autorizar esses serviços porque “não pode fechar os olhos a uma atividade que já existe”. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ainda vai editar uma resolução com as regras dos cursos obrigatórios de formação específica desses condutores. Aqueles que já estão na profissão têm até 365 para se adaptar às novas regras exigidas para as atividades de motoboy e mototaxistas. Apenas condutores com pelo menos 21 anos, com habilitação específica para motocicletas há pelo menos dois anos, poderão exercer as novas profissões.
Os profissionais deverão trabalhar vestindo colete dotado de refletores. As motos serão obrigadas a instalar equipamentos de segurança como os mata-cachorros e as antenas corta-pipas, que deverão ser inspecionados semestralmente, além de ter identificação especial.

Placas vermelhas


Segundo o ministro, os municípios terão que regulamentar questões específicas de funcionamento desses serviços, como locais de circulação e tarifas cobradas pelos mototaxistas, por exemplo, que passarão a usar placas vermelhas de identificação.
A lei proíbe o transporte de combustíveis, de produtos inflamáveis ou tóxicos e de galões nos veículos de carga, com exceção do gás de cozinha e de galões de água mineral, desde que com o auxílio de “side-car”.

Segundo Márcio Fortes, o risco de acidentes aumenta quando as pessoas fazem atividades sem regulamentação e, por isso, o governo acredita que não haverá aumento de acidentes com motocicletas. “O problema é quando a pessoa não está habilitada. Aí se corre um enorme risco de acidentes. Com a capacitação esse risco diminui”, afirmou.

O diretor-geral do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Alfredo Peres, ressaltou que, para exercer a nova atividade, os condutores terão que fazer um curso específico, além daquele para obter a habilitação. Esse curso deve ser ministrado pelas autoescolas.


sexta-feira, 10 de julho de 2009

MOTOBOYS

Luzes na profissão

Eles, na grande maioria, são autônomos, exercem longas jornadas de trabalho e ainda não possuem um sindicato forte que os represente e os defenda. Depois da aprovação, na quarta-feira, do projeto de lei no Senado que regulariza as atividades dos motoboys, mototáxis e motovigias, a lei federal depende agora da sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da autorização do poder público de cada município. A partir daí, eles passarão a ser reconhecidos e regulamentados como profissionais das motos, ganharão as luzes da formalidade e direitos semelhantes aos de qualquer outro trabalhador.
Por estes motivos, a aprovação do projeto foi comemorada pela categoria. Nelmo Coutinho, de 37 anos, trabalha há quatro anos no Centro da Capital. Para ele, a medida vai aumentar a segurança dos profissionais e também dos passageiros que passarão a contar com trabalhadores preparados por cursos de prevenção de acidentes.– Acho que um número ainda maior de pessoas vai utilizar o serviço, o que pode contribuir até para o trânsito, além de valorizar nossa categoria – afirmou Coutinho.Em Santa Catarina, pelo menos duas cidades catarinenses já têm a lei que ordena o trabalho dos profissionais que trabalham sobre duas rodas. Em Blumenau, no Vale do Itajaí, a regulamentação existe desde 2001, e em Balneário Camboriú, no Litoral Centro-Norte, a partir de 1997. Em ambos os municípios, apesar da legislação, a categoria ainda luta por direitos trabalhistas.Na Capital, o presidente da Associação dos Motociclistas da Capital, Pedro Luis Sabaciauskis, de 32 anos, afirmou que encaminhou para a prefeitura, no mês passado, um projeto para iniciar o processo de regulamentação das atividades, baseado nas experiências de sindicatos paulistas da categoria.De acordo com o representante dos motociclistas, pelo menos mil profissionais atuam nas profissões em Florianópolis, mas apenas 280 são integrantes da associação. Cerca de 70% dos profissionais são autônomos. A maioria, segundo ele, homens com idades entre 18 e 30 anos e profissionais que trabalham em dois empregos, com jornadas de trabalho de até 14 horas por dia.É o caso do motoboy Ricardo Abbate, de 42 anos, que precisa trabalhar nos fins de semana para garantir uma renda mensal adequada.– Assim como eu, tem muita gente sobrevivendo disso. Nos fins de semana, trabalho em uma pizzaria e tem gente ainda que acha que o nosso trabalho é só ficar passeando – desabafou o motoboy, 10 anos dedicados a fazer entregas.Pedro Sabaciauskis espera que a lei seja colocada em votação em breve na Capital. Para ele, as medidas previstas no projeto vão melhorar a qualidade do serviço oferecido à população e assegurar direitos trabalhistas aos profissionais, além de contribuir para o trânsito.– Com a regulamentação podemos reunir os representantes da classe em uma associação ou uma federação estadual. Além disso, os profissionais terão treinamento e serão padronizados. Isso terá impacto direto na qualidade dos serviços e em ganhos para a categoria – comemorou.Secretário ressalta a necessidade de fiscalizaçãoPara o vice-prefeito e secretário de Transportes da Capital, João Batista Nunes, a aprovação do projeto de lei no Senado representa um avanço.– A regulamentação é fundamental, mas o poder público vai controlar e fiscalizar as atividades. Acredito que a lei federal deve respeitar uma proporcionalidade de demanda para não inviabilizar outros meios de transporte na cidade – ressaltou.O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, no entanto, condenou o projeto.– É preocupante.
A curva de acidentes fatais com motos vem crescendo no Brasil inteiro – comentou.

nanda.gobbi@diario.com.br diario.com.br

terça-feira, 23 de junho de 2009

ESSA É A FESTA!!!



VEM AI A 1ª CALDEIRADA DOS CALDEIRA


Festa para reunir todos os integrantes da Família Caldeira e Amigos.


**Acontecerá no dia 16 de agosto**

Grêmio Recreativo de São José - Prox ao Dimas Caminhões

Prato principal = Caldeirada de Frutos do Mar

Torneios de Dominó e Cartas

****MUITA MÚSICA E DIVERSÃO****

CAMISETA CONVITE = R$ 25,00 = COMIDA LIVRE


RESERVE JÁ A SUA E CONVIDE SEUS AMIGOS

ENVIE E-MAIL PARA eduardocaldeira@hotmail.com

ou TEL 8414-1338

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Dez coisas que todo motorista deveria saber sobre as motos


(16-06-09) - A Motorcycle Safety Foundation, fundação norte-americana para a segurança das motocicletas, existe desde 1973 com o objetivo de tornar as ruas e estradas dos Estados Unidos mais seguras para as motocicletas. Mantida pelos principais fabricantes do setor de duas rodas, a fundação, conhecida pela sigla MSF, oferece cursos para motociclistas e instrutores de moto escolas, além de promover campanhas para o público em geral.

Porém, diferentemente de nossos governantes que preferem proibir a educar, a fundação elaborou um guia para alertar os motoristas de que as motos estariam de volta às estradas. “É fato que os motoristas de carro e outros veículos são os culpados da maioria dos acidentes que envolvem motocicletas e outros automóveis”, afirmou Tim Buche, presidente da Motorcycle Safety Foundantion. “Justamente por isso decidimos criar essa campanha mirando os motoristas.

Temos informações que podem salvar sua vida esteja você atrás de um guidão ou de um volante”, completou Buche.Tanto que, a MSF criou o site www.forcardrivers.com (para motoristas de carro) com dicas de segurança, vídeos e outros recursos para ensinar os motoristas como interagir e respeitar as motos no trânsito.

Além do vasto material disponível – em inglês – a MSF elaborou diretrizes para os motoristas. São 10 coisas que todo motorista de carro, ônibus e caminhão deveria saber sobre as motocicletas. Claro que o trânsito nos Estados Unidos é bem diferente da nossa realidade, porém algumas dicas são universais. Não se trata de determinar quem está certo ou errado. Pelo contrário.

O objetivo é um só: evitar acidentes.

Leia e pense a respeito.

1 – Dados indicam que mais da metade dos acidentes fatais com motos envolvem outro veículo. Na maioria das vezes, o motorista e não o motociclista está errado. Há infinitamente mais carros, picapes e caminhões do que motocicletas nas ruas. Alguns motoristas simplesmente não reconhecem a motocicleta – eles a ignoram (geralmente, sem querer)

2 – Devido a sua menor dimensão a motocicleta pode facilmente ficar escondida nos “pontos cegos” dos carros, como a coluna da porta e do teto. Ou pode ainda ser confundida com objetos ou ficar disfarçada em fundos como árvores, cercas etc. Portanto, preste bastante atenção e olhe duas vezes antes de trocar de faixa ou entrar em um cruzamento.

3 – Uma motocicleta pode parecer que está mais longe do que realmente está. Também pode ser difícil determinar a velocidade de uma moto. Quando for virar ou entrar em uma pista, considere que a moto está mais perto do que parece.

4 – Muitas vezes os motociclistas diminuem a velocidade simplesmente reduzindo as marchas ou tirando a mão do acelerador, portanto não acionam o freio e a luz de freio não se acende. Mantenha distância segura da moto a sua frente. Em cruzamentos, considere que motociclistas podem reduzir a velocidade a fim de evitar acidentes.

5 – Motociclistas frequentemente ocupam uma posição na faixa de rolagem para serem vistos mais facilmente ou para evitar sujeira da pista. Entenda que os motociclistas ocupam espaço na faixa com um propósito, não para serem folgados ou para se exibirem. Se a moto estiver no canto não divida a faixa de rolagem.

6 – Luzes indicadoras de direção, as setas, não se desligam automaticamente nas motos, portanto alguns pilotos (principalmente iniciantes) algumas vezes se esquecem de desligar as setas depois de uma curva ou de uma mudança de faixa. Antes de se antecipar, tenha certeza que a seta da moto indica a direção que ela vai seguir.

7 – Maneabilidade é uma das melhores características das motos, principalmente em baixa velocidade e em vias bem pavimentadas, mas não espere que a moto seja sempre capaz de desviar do seu caminho ou sair da sua frente.

8 – A distância de frenagem de uma moto é praticamente a mesma de um carro, porém pisos escorregadios tornam a frenagem complicada em motos. Mantenha distância segura atrás de uma moto porque nem sempre o motociclista pode parar de uma vez.

9 – Quando uma moto está em movimento, veja além da motocicleta – veja a pessoa que está por baixo do capacete, pois pode ser seu amigo, seu vizinho ou até um parente seu.

10 – Se um carro colide em uma moto, bicicleta ou pedestre pode causar sérios danos e até a morte. O motorista que causou o acidente provavelmente nunca se perdoará por isso.

Texto: Arthur Caldeira/InfoMoto Fotos: InfoMoto

CADASTRE-SE AQUI !!! Preencha seus dados, clique em ENVIAR e depois clique em CONTINUE!!

Nome Completo:
Endereço Completo(Rua,Bairro,Cidade,Estado,Cep):
Telefone Fixo/Celular:
Data de Nascimento:
Possui Moto? Marca,Ano e Cilindrada:
Categoria de Motociclista:
Profissão:
Estado Civil:
Nº Carteira Nacional de Habilitação:
RG:
E-Mail:
Como ficou sabendo da AMOFLORIPA?

create web form